Dicas do Floquinho

A separação de mãe e o bebê é um momento difícil, as vezes doloroso. Porém, quanto mais confiantes mãe e família estiverem em relação à segurança, ao carinho e aos cuidados que a escola escolhida trará, mais tranquila será a adaptação do bebê. A segurança e a confiança dos pais será transmitida para a criança. Por isso, é importante que os pais escolham com antecedência e façam a adaptação antes do retorno ao trabalho, para que possam ter tempo de compartilhar com a criança os primeiros momentos de um novo ambiente, conhecendo a direção e as berçaristas. A adaptação deve ser gradativa, isto é, poucas horas nos primeiros dias. Depois, o tempo deverá ser prolongado, respeitando a ansiedade dos pais e do bebê.
Para dar início ao desfralde, usar como guia somente a idade da criança nem sempre é aconselhável. Este processo exige muito da maturidade de cada criança. Ela deve desenvolver também uma maturidade fisiológica para o controle. Outro fator que pode servir como indicador para o desfralde, é a criança manifestar inquietações quanto ao uso de fraldas. Quando a hora de cada criança chegar, a escola irá procurar os pais e os orientará sobre o processo para que, juntos, escola e família, iniciem o trabalho.
No Berçário I é seguido o horário de cada criança. Cada criança tem seu próprio berço, seu espaço para descanso. Já no Berçário II, geralmente as crianças dormem após almoço, após um intervalo de 30 a 40 minutos para a digestão. Antes, escovam os dentes, lavam as mãos, o rosto, trocam a fralda, ouvem uma musiquinha de relaxamento e vão para a sala do soninho, sempre monitorados pela professora, que permanece no local até que todas despertem.
No Berçário I contamos com uma sala de estimulação subdividida em dois espaços, um com um tapetão de espuma com capa de plástico hospitalar e vários brinquedos apropriados à idade, para os bebês que estão aprendendo a sentar, engatinhar e outro, com um piso mais firme, onde com apoio, começam a andar. Temos também uma área coberta e outra descoberta no pátio da escola e um solário para os banhos de sol. Os bebês ainda participam de A Hora do Conto e das aulas de Música, para a estimulação da linguagem falada e gestual. 
No Berçário II, através de brincadeiras, músicas, pintura, culinária e horta, as crianças já tem programações para os aprendizados básicos. Com o uso de materiais lúdicos, já são iniciadas as percepções táteis, visuais, do paladar, olfativas e auditivas. A turminha do Berçário II também participa das aulas de A Hora do Conto e das aulas de Música. No parque, além da exploração dos brinquedos apropriados à idade, brincam de motoquinha, bambolês, bolas e outros, estimulando a coordenação motora: equilíbrio e lateralidade. De acordo com nossa filosofia, uma das principais estimulações está nas atividades desenvolvidas em grupo, onde a linguagem e o contato físico entre elas geram sentimentos importantes para a formação da personalidade, da amizade, do carinho e do respeito. 
Na nossa cozinha todo material utilizado para o preparo das refeições do berçário é separado, isto é, utensílios, aparelhos elétricos, geladeira e outros oferecendo assim um diferencial na alimentação dos bebês.